quarta-feira, 1 de maio de 2013

Tráfico de influência #1

Há artigos muito especiais pra ficarem na gaiola e serem encontrados ocasionalmente quando Googlearem ´´cultivar`` ´´trufas`` ´´quintal`` ou ´´telecurso`` ´´assentar tijolo`` ´´história da argamassa``.
São pensamentos gratuitos (literários ou não) que traduzem nossa realidade e enfrentam assuntos chatos de um jeitinho leve e descontraído, porque, vamos concordar, nossa Terrae Brasilis está se superando em escândalos e notícias pesadas.

Apesar de rolar muita informação de procedência questionável ou desabafo formaDOR-de-opinião na internet, eu dou crédito para blogs/sites segundo alguns critérios:
a) prosa sem rodeio (mal de que padeço);
b) mais de 95% de respeito à gramática, VOLP, Houaiss, moral e bons costumes;
c) opinião + pimenta-do-reino + humor, fogo brando, sem parar de mexer;
d) parceria com alguma editora de renome (dispensada a análise do item d quando conveniente p mim heheh). Falando nisso, alguma editora quer fazer parceria? Eu sou legal!  0:) 

Nunca a liberdade de expressão foi tão livre a ponto de a censura ser, em tese, nostalgicamente saudada. Corremos o risco de afogamento no mar de caracteres publicados, no mais das vezes, sem responsabilidade. Por isso é sempre bom deixar o filtro ligado.
Já fui mais neurótica organizada e catalogava textos de que gostava e tal, mas nessa do planeta girar mais rápido, se eu leio e aprecio um artigo, já vou assinando o feed e favoritando o site/blog inteiro!  ;X

A partir de hoje, apresento a seção Tráfico de Influência (conforme contei aqui).
Foi por muito acompanhar e ler a Juliana Cunha que tive vontade de abrir o coração e também escrever um blog, guardada a proporção de conteúdo, é claro! heheh
Eu sou uma resenhista sem técnica específica e cuidadora de uma planta artificial no apartamento; ela é repórter e tradutora freela; tem uma escrita coesa, ácida, direta e sincera; é exímia fotógrafa e é mãe do Palito). Sou fã mesmo!! 
Ela conta como foi fazer retiro de vipassana, escreve sobre a bizarrocupação da reitoria da USP e comenta o sambinha que o Niemeyer compôs com o enfermeiro enquanto estava internado. 
A Juliana brinca com as palavras pra opinar sobre as vicissitudes da vida, mostrando com propriedade que tem bala na agulha!
Elabora posts humilhando a gente contando dos filmes e livros que apreciou e recentemente publicou livro que estou no aguardo de o carteiro entregar!! :D
Por tudo isso e mais um pouco eu a considero minha amiga. heheh 

Eis o blog JÁ MATEI POR MENOS, um dos ventos mais inteligentes pra velejar na internet.

Um beijo bom,
Camilla.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget