quinta-feira, 10 de maio de 2012

Da emoção objetiva ou Como ser feliz sem fazer rodeios

Como facilita a vida ser sincero, principalmente e em primeiro lugar, consigo mesmo, né?
Tomei chá de cogumelo hoje cedo, então rola o mouse e AGUENTA minhas lucubrações... :)

A sociedade moralista-complicativa impõe step by step para quase tudo, daí corremos o risco de ficar condicionados a avançar sempre em etapas. Passo 1, passo 2, passo 3. Foi assim que aprendemos a ordem moral e social da vida. O comportamento socialmente aceito é o da maioria, mas quem disse que é na maioria que reside a razão?

Ir direto ao ponto e dar a cara à tapa está além da questão da timidez.
É de coragem que eu estou falando.

Seguir à risca códigos de conduta só é recomendável se um degrau é pré-requisito de outro ou elementar ao processo, como geralmente ocorre no mundo profissional e corporativo e nas Forças Armadas..

Fora esse âmbito, se acontece de o passo 1 poder perfeitamente voar para o passo 3 sem escalas, por que não?
A questão é que há padrões postos (e historicamente impostos) para o vivente evitar de ir pro quintal da zona de conforto e traçar um atalho.
Em outras palavras: quem ousa ser direto quando pode/quer ser? É dolo eventual, caros amigos! (Dolo eventual é o jeito bonitinho que nós, juristas, chamamos ´´assumir o risco``).

No mais das vezes, com repetidas ações – por receio do passo 3 não chegar ou chegar torto – o passo 1 anda va-ga-ro-sa-men-te até o passo 2, e assim sucessivamente. Cartilhas sociais são obedecidas sistematicamente porque ´´deus-o-livre o binômio ação-reação começar por mim, o que vão pensar?``. Aff.
Tão chato como gente lenta sedizente cautelosa!
(Eu não sei dizer, o que quer dizer, o que vou dizer.. só cola com o Zeca Baleiro e olha lá.)

Tem gente que esquece a ATITUDE naquela gaveta bagunçada que tem k-7 da banda Kaoma, panfleto das Diretas Já e rolha do vinho que tomou com a primeira namorada - aquela que o traiu com seu melhor amigo - e depois vem reclamar que não consegue conquistar coisas ou pessoas!!
É tipo brincar de Estátua: escolhe-se ficar parado, para quem sabe ser cutucado e, aí então, depois de muito tempo perdido, talvez agir. Zzzzz. No âmbito dos relacionamentos isso é bem comum. O problema é que nesse jogo tu poderá retroceder casas! Já senti na pele essa emoção (#hidratante Monange).

A um olhar atento não escapa a sutileza dos detalhes. Atitude é o resultado da sensibilidade!  :D

Não sei se estou me fazendo entender (também não sei se quero ser entendida hehe), mas brincar de Passa ou Repassa emocional é irritante quando remetente e destinatário já sabem consciente ou inconscientemente o conteúdo da mensagem, mas mesmo assim insistem em jogar porque adoram tabuleiros e pecinhas e negam o auto conhecimento como fonte de libertação!

Quem não arrisca, não petisca. E só arrisca quem se conhece bem a ponto de, ciente das 50% de chances de ganho ou perda, ocorrendo um ou outro, se adaptar ao resultado num sorriso.

Coisa linda é quem se conhece e expressa em bom português o que pensa, o que sente e o que quer.
Porque agindo firme e ousadamente (Pe. Kentenich) tu inspira confiança, triplica as possibilidades e sempre, sempre, tem um feed back proporcional!!

Voltando a primeira frase antes do chá de cogumelo (!), acho que ser sincero contigo mesmo é brindar antes do reveillon porque mesmo se chover e não estourarem os fogos ainda terá champagne e lentilha!

A vida não é um tabuleiro do Jogo da Vida.

Um beijo bom,
Camilla.

4 comentários:

Lari disse...

Amiga linda do meu coração! Adoro ler as coisas que escreves, e mais ainda o teu jeito que tu te expressa!

O texto ta lindo, e quem te conhece sabe do que tu ta falando! E nao esquece "que o que importa é ser feliz, e mais nada!"

Aproveita esse momento da tua vida, sem se preocupar se ta fazendo "do jeito certo", pq isso tu só vai saber com o tempo!

Amo, e sinto muito as vezes estar tão ausente! Mas todas vcs estao sempre cmg, no meu coração!

Um bjo com todo carinho do mundo, de quem ta sempre torcendo pela tua felicidade!

Anônimo disse...

Opa, era pra ser "o jeito que tu te expressa"

Camilla disse...

Brigadinha, Maroo!!
Te amooooo muitaaao

bjo!!

Nat King Cole disse...

Me deste um choque de realidade! Necessito ler mais o Pe. Kentenich, pois ando ouvindo muito o zeca baleiro.....

Ocorreu um erro neste gadget